Homem morre em acidente de carro na estrada de Plácido de Castro

Albuquerque era autônomo e a suspeita da polícia era de que ele ia para o município para comprar produtos e revender em Rio Branco. A irmã da vítima, Patrícia Albuquerque, disse ele estava distante da família e que por isso não avisou para onde estava indo.

“Ele morava de aluguel aqui em Rio Branco e era difícil de aparecer, mas a minha mãe está muito mal, ela está arrasada”, lamenta a irmã.

Patrícia disse que o irmão morava com uma mulher, mas no registro da polícia o endereço do autônomo era o da mãe, uma chácara na estrada de Porto Acre.

Amigo de Lima há 9 anos, Alberdan Benevides lamentou a morte do amigo e disse que ele era tranquilo, e que costumava ser amigo de todo mundo. “Ele era extrovertido, fazia amizade com todo mundo”, relembra.

Lima deixou dois filhos, um de 15 e um de 4 anos. De acordo com a irmã, os meninos moram com as mães.

Fonte: G1-AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: