Vanda Milani ressalta ‘novo momento econômico’ em entrega de agroindústria em Capixaba

RN7
0 0

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac), destacou o momento político-econômico vivido pelo Acre durante entrega da sétima agroindústria para agricultura familiar, ontem (9) no município de Capixaba. Ela avaliou o cenário pandêmico e os projetos que serão executados.

“Teremos a inauguração da ponte sobre o rio Madeira, a ordem de serviço para construção do anel viário entre as cidades de Epitaciolândia e Brasileia, a ligação de Mâncio Lima com Pucallpa estabelecendo uma nova rota para o pacífico, os R$ 94 milhões para construção de ramais e o reconhecimento pela OIE do Acre Livre de Aftosa sem vacinação, isso tudo mostra que o governo está no rumo certo e trabalhando para aquecer a economia com geração de emprego mesmo na maior crise de saúde pública”, comentou.

Aplaudida pelos produtores rurais presentes, Vanda reafirmou seu compromisso com o setor produtivo e as parcerias estabelecidas com o governo federal, o governo do estado, prefeituras e agricultores.

“O fato de a gente alocar recursos para a agricultura familiar numa escala representativa para o município de Capixaba ocorre pelo trabalho que vem sendo executado de grande força e parceria. O município é o maior produtor de maracujá e contará com todo o nosso apoio. Essa é a sétima agroindústria entregue em todo o estado, mostra o compromisso que o governo tem com o pequeno produtor”, acrescentou a deputada.

Com R$ 14 milhões de emendas impositivas e de bancada destinados para o agronegócio e a agricultura familiar, a deputada garantiu R$ 7,3 milhões para o governo comprar máquinas e implementos agrícolas para o setor produtivo.

“Pode ter certeza de que o produtor rural não esquece quem lhe ajuda” disse Careca, presidente da Associação Nova Promissão ao reconhecer a parceria da deputada com o governo do Acre.

Além das famílias inseridas no PDS Nova Promissão, produtores de pimenta, limão, mamão e maracujá do PDS Campo Alegre serão beneficiados com a agroindústria. Um investimento de R$ 149 mil, financiado pelo PDSA-BID Fase II. No total 150 famílias foram contempladas.

O Instituto de Meio Ambiente do Acre entregou 10m³ de madeira cerrada em forma de estacas que vão ajudar no manejo e na irrigação da produção de maracujá.

CONTIL NET

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Exploração da costa amazônica cresce de modo desordenado e preocupa cientistas

Um estudo pioneiro sobre os usos da costa marítima amazônica publicado na revista “Marine Policy” revela a complexidade da zona econômica exclusiva brasileira ao largo do Amapá, Pará e Maranhão. Ainda que distante dos grandes centros e insuficientemente conhecida pelos cientistas, a região está longe de ser intocada. Assim como […]