Deputada federal Mara Rocha confirma saída do PSDB

RN7
0 0

A deputada federal Mara Rocha (PSDB) declarou à reportagem do ac24horas na manhã desta segunda-feira (5), que está aguardando a abertura da janela eleitoral para oficializar sua saída do Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB. Segundo a parlamentar, o comunicado já foi feito a Bruno Araújo, presidente nacional do partido, sobre sua decisão.

Mara enumerou uma série de motivos que fez com que decidisse deixar a sigla, um deles é o fato da direção nacional ter prejudicado de forma crucial o seu grupo político no Acre, nas eleições de 2020, para favorecer a candidatura de outra sigla, no caso, o Progressistas.

“Não tenho como seguir nesse partido após o acordo feito entre o governador de São Paulo, Dória, e o governador Gladson Cameli, que resultou no boicote na última eleição aos nossos candidatos. O fundo eleitoral chegou apenas nos últimos dias da eleição, prejudicando nosso grupo”, declarou.

A presidente do PSDB no Acre rechaçou o fato do PSDB está fazendo acordo com a ‘esquerda’, pensando, inclusive, em ter o vice na provável candidatura do ex-presidente Lula. “Mais uma decepção é ver o partido que ainda faço parte comemorar a anulação das condenações do Lula, e ouvir as declarações absurdas de FHC (Fernando Henrique Cardoso) sobre Lula e sua turma”, ressaltou.

A deputada voltou a fazer críticas ao governador Gladson Cameli. para ela, até hoje, o governador de São Paulo, João Dória, aguarda o cumprimento da palavra de Gladson de que o mesmo iria ingressar no PSDB após as eleições em 2018. “Mais um enganado! Ele não conhecia a fama do rapaz em não ter palavra e nem honrar os acordos”, disparou.

Por fim, Mara frisou que recebeu vários convites para ingressar em uma nova sigla partidária, porém, nada definido. “Seguirei meu caminho sempre fiel às minhas convicções e que o PSDB siga o seu”, encerrou.

Ac24horas

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Gilmar Mendes, do STF, nega pedido para liberar cultos religiosos durante a pandemia; entenda o caso

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, nega um pedido para liberar cultos religiosos presenciais no estado de São Paulo e demanda que o plenário do STF examine o tema “com urgência”. O ministro rejeitou uma solicitação do partido político PSD, que argumentava que o decreto do governador João […]
%d blogueiros gostam disto: