Vila Nova vence em Itu, conquista acesso e decide título da Série C

RN7
0 0

O Vila Nova-GO está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro e garantiu vaga na decisão contra o Remo-PA. A segunda fase da Série C terminou neste domingo com a definição do Grupo C e o time goiano, que abriu a rodada em segundo, venceu o Ituano por 1 a 0 e contou com a derrota do Brusque-SC para o Santa Cruz-PE por 3 a 1 para tomar a liderança e o lugar na decisão.

Com os resultados, o Vila Nova fez dez pontos e o Brusque nove, ambos ficaram com as vagas na Série B. O Santa Cruz terminou com oito pontos, em terceiro e, junto com o Ituano-SP, lanterna com cinco, vai disputar a terceira divisão por mais um ano. No Grupo D, Remo e Londrina-PR são os times que sobem para a segunda divisão nacional.

Itu

No Estádio Novelli Júnior, o Vila Nova visitou o Ituano e buscou o acesso em uma partida equilibrada. Aos 15 minutos, Mateus Santos poderia ter inaugurado o placar pelo Ituano, mas parou em Fabrício. O Tigre criou oportunidade aos 24, mas Alan Mineiro cabeceou à direita. A outra chance de perigo dos goianos saiu aos 34, em chute de Henan que pegou na rede pelo lado de fora.

Mas se a primeira etapa foi morna, a segunda compensou em intensidade. Logo no minuto inicial, Dudu, do Vila Nova, arriscou de longe e acertou a trave. Depois disso, o Ituano passou a criar as melhores oportunidades: primeiro em remate de Fillipe Soutto, bem defendido por Fabrício aos oito. Só que, aos 31 minutos, o gol do acesso saiu. Emanuel Biancucchi recebeu bom passe na entrada da área e, com classe, chapou no ângulo do goleiro, abrindo o placar. Na comemoração, ele tirou a camisa, levou o segundo amarelo e acabou expulso, mas não atrapalhou a vitória do Vila.

Recife

O Santa Cruz tinha a esperança de garantir o acesso para a Série B, recebeu o Brusque no Arruda e fez sua parte. Jogando em casa, o Tricolor começou com mais posse e aos 13, Pipico pegou sobra em cobrança de escanteio e chutou em cima de João Carlos, mas a bola voltou nele e entrou. Os mandantes seguiram ameaçando e ampliaram aos 31, em finalização de Victor Rangel – ele aproveitou rebote do goleiro Ruan Carneiro, dominou cortando o marcador e mandou no canto esquerdo.

Na segunda etapa, o ritmo se manteve e o Santa Cruz chegou ao terceiro gol aos 15 minutos. Em escanteio lançado na área, William Alves subiu mais que todo mundo e testou para a rede. Victor Rangel teve a chance de marcar o quarto aos 20, mas o chute não tomou a direção da meta. O Brusque diminuiu aos 29, após pênalti sofrido por Marco Antônio. Na cobrança, Thiago Alagoano soltou uma bomba no meio e marcou. Contudo, os catarinenses não conseguiram evitar o triunfo do Tricolor.

CAPITAL NEWS

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Policiais penais e militares encontram escopeta artesanal e balança de precisão em residência de monitorado*

Durante atendimento de denúncia anônima realizada via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) no último domingo, 17, policiais penais e militares encontraram uma escopeta artesanal, dois cartuchos calibre 16 e uma balança de precisão, na residência de um preso monitorado por tornozeleira eletrônica. O denunciante informou que o […]