Primeira-dama do Estado entrega cestas básicas para mulheres em Tarauacá

RN7
0 0

As cestas foram doadas pela Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM) para o desenvolvimento de atividades de sensibilização para mulheres vítimas de violência, egressas do sistema prisional, negras e indígenas.

A primeira entrega foi realizada no bairro Senador Pompeu, popularmente conhecido como “bairro da Praia”, um dos mais atingidos pelo transbordamento do rio Tarauacá. “Agradeço ao govenador, à primeira-dama e a todos que ajudaram a entregar as cestas básicas. Foi um ato de amor. Que eles continuem ajudando sempre quem precisa”, agradeceu a moradora do bairro da Praia, Antônia Lucenilda Freitas, 22.

Cestas foram doadas pela SNPM para o desenvolvimento de atividades de sensibilização para mulheres vítimas de violência, egressas do sistema prisional, negras e indígenas Foto: Pedro Devani/Secom

No Ginásio de Esportes da Escola Municipal José Augusto de Araújo foram entregues 210 cestas básicas para as mulheres mapeadas pela SEASDHM e Secretaria Municipal de Assistência Social, que encontram-se em situação de vulnerabilidade.

“Perdi meu emprego na pandemia. Para nós, que não temos de onde tirar essa ajuda, chegou em ótima hora. Esse sacolão é muito bem-vindo”, disse Maria Virgulino da Costa, 55.

Primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, conversou com as mulheres e garantiu futuros projetos para o município Foto: Pedro Devani/Secom

Novos projetos

A primeira-dama, Ana Paula Cameli, conversou com as mulheres e garantiu futuros projetos para o município. “Nós  somos mãe, chefes de famílias, guerreiras. Eu, como primeira-dama, tenho lutado muito pelos direitos das mulheres. Esse ano iremos colocar em prática todos os projetos dedicados a elas. Essas mulheres não estão sozinhas”, destacou a primeira-dama.

Em visita às famílias, Ana Paula Cameli garantiu que tem lutado pelos direitos das mulheres Foto: Pedro Devani/Secom

Na oportunidade, a diretora de Políticas para as Mulheres da SEASDHM, Isnailda Gondim, apresentou para os presentes o Projeto Maria da Penha vai à Escola, que forma profissionais da educação sobre a temática e apoia na implementação de projetos pedagógicos, além de orientar quanto à notificação das situações de violência, incluindo a violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo um dos pilares do projeto a capacitação de professores e gestores sobre a Lei Maria da Penha nº 11.340/2006.

Na oportunidade, a diretora de Políticas para as Mulheres da SEASDHM, Isnailda Gondim, apresentou o Projeto Maria da Penha vai à Escola Foto: Pedro Devani/Secom

“O objetivo maior é divulgar a Lei Maria da Penha. Muitas vezes, as mulheres não têm conhecimento dos seus próprios direitos. Através da divulgação da lei nas escolas, nós conseguiremos trabalhar nas crianças e adolescentes a temática vivenciada dentro de casa”, pontuou Isnailda Gondim.

O prefeito em exercício do município, Raimundo Maranguape, agradeceu a presença da equipe e a doação dos mantimentos. “A primeira-dama está aqui para fazer essa doação, fruto de uma parceria entre governo federal, governo do Estado e a nossa prefeitura. Essas mulheres merecem e precisam do nosso apoio”, disse.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Reinaldo Azambuja lança recapeamento da MS-382

O governador Reinaldo Azambuja autoriza nesta sexta-feira (15) o lançamento do edital de licitação para a obra de recapeamento do pavimento de 51,9 km da rodovia MS-382, um dos principais acessos aos atrativos turísticos de Bonito, Jardim e Serra da Bodoquena e corredor de escoamento da produção agrícola, que se […]