Com AM em emergência, polícia fecha festa clandestina em Iranduba

RN7
0 0

Embora o Estado do Amazonas seja um dos mais atingidos do País pela crise de saúde pública ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, parte da população ainda não se conscientizou do problema.  Operação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), no domingo (10), interrompeu uma festa clandestina que acontecia em um sítio, localizado na Estrada Manoel Urbano, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

De acordo com a assessoria da SSP, o evento reunia aproximadamente 50 pessoas. Dois organizadores do evento foram presos.

As equipes policiais também apreenderam bebidas alcoólicas. A SSP-AM recebeu informação através do disque-denúncia do órgão, o telefone 181, de que haveria uma festa clandestina em andamento no local. Os policiais foram averiguar a denúncia e, no local indicado, encontraram as pessoas, a maioria sem máscara.

 

O organizador da festa e o dono do sítio foram presos e encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Santo Agostinho, zona oeste de Manaus.
O organizador da festa e o dono do sítio foram presos e encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Santo Agostinho, zona oeste de Manaus. | Foto: Divulgação

O organizador da festa e o dono do sítio foram presos e encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Santo Agostinho, zona oeste de Manaus.

O Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (NEOT), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), participou da operação e apreendeu 11 carros e três motocicletas que possuíam irregularidades.

Os veículos foram removidos ao parqueamento do Detran.

EM TEMPO

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Mulher denuncia professor 22 anos depois de estupro

Mais de 20 anos após ser estuprada, mulher de 38 anos denunciou um professor, de 55 anos, à Delegacia de Atendimento à Mulher em Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande. Conforme divulgado pelo site O Pantaneiro, a motivação surgiu após ela descobrir que o homem está sendo investigado por […]