‘Seremos implacáveis com o desperdício’, diz David Almeida na posse como prefeito de Manaus; cerimônia teve canto de louvor

RN7
0 0

David Almeida tomou posse como prefeito de Manaus, juntamente com seu vice Marcos Rotta, na tarde desta sexta-feira (1º), em cerimônia fechada realizada na Câmara de Vereadores.

Almeida compareceu ao evento acompanhado da filha, Fernanda Aryel, que compôs a mesa, assim como Tecla Auip Caddah, mulher de Rotta.

Depois de fazer o juramento e assinar o livro de posse, David Almeida iniciou seu primeiro discurso no cargo saudando todos os vereadores empossados e os membros da mesa.

Religião e política

Em um dos momentos de seu discurso, David Almeida voltou a afirmar que foi criado em um “lar cristão”. “O estado é laico, e essa separação tem que fazer, mas o prefeito pela primeira vez é um cristão, é um crente. E eu não perderia uma oportunidade de agradecer a Deus”.

Nesse momento, o prefeito chamou a filha e o noivo dela, que puxou um violão e começou a tocar um hino de louvor.

Hino de louvor durante cerimônia de posse do prefeito David Almeida, em Manaus — Foto: Reprodução
Hino de louvor durante cerimônia de posse do prefeito David Almeida, em Manaus — Foto: Reprodução

Representatividade

Antes, ele tinha afirmado que considerava que toda a sociedade está representada na Câmara, com políticos que tem origem em diferentes locais da cidade e pertencem a diferentes categorias profissionais.

Citou também Montesquieu para ressaltar a separação dos poderes e da harmonia que deve existir entre eles. “Quando os poderes brigam, nós, o poder político, no caso o legislativo exercido pelos senhores vereadores, e o executivo, exercido por mim e o vice-prefeito Marcos Rotta, quando brigam os poderes, quem sofre é o povo”, disse. “A sociedade manaura espera que todos nós possamos trabalhar e dar nosso melhor para que possamos viver em uma cidade melhor”.

“O povo espera muito de nós. E o povo desconfia muito de nós também”, afirmou o prefeito, dizendo que escolheu ao lado dos vereadores uma posição inglória em uma sociedade democrática frágil “por causa de um histórico de desmandos”.

Ainda no discurso, David Almeida reforçou que veio do povo e que entrou quase por acaso na política, há 24 anos, para distribuir “santinhos” quando estava desempregado. “Todas as minhas conquistas eu credito a Deus, com apoio do povo que foi muito bondoso comigo”.

David Almeida na saída do evento em que tomou posse como Prefeito de Manaus — Foto:  Francisco Bento/Rede Amazônica
David Almeida na saída do evento em que tomou posse como Prefeito de Manaus — Foto: Francisco Bento/Rede Amazônica

Pandemia

“Ontem eu assisti a França toda fechada, Champs-Élysées cercada por mais de 3 mil policiais para manter o distanciamento. Londres, Nova York, o mundo todo se tranca, se fecha, por algo que está vitimando milhares de pessoas”, afirmou o prefeito. Nesse momento, interrompeu o discurso e pediu palmas para as vítimas da doença.

Orçamento

No discurso, o prefeito também reclamou do orçamento aprovado para a cidade, que seria de R$ 600 milhões a menos. “Seremos implacáveis com o desperdício, seremos implacáveis com os gastos supérfluos. E nós temos a obrigação de, com esse orçamento, fazer mais com menos”, disse.

E qualificou de “inimigos” o mau serviço público e sua ineficiência, a falta de atendimento na saúde, o transporte coletivo de má qualidade, entre outros. Voltou a afirmar que vai instituir metas e buscar resultados.

“Nós precisamos trazer para o serviço público as ações de governança da iniciativa privada no que se refere à gestão, eficiência, metas, resultados, fiscalização. Por que os serviços terceirados na iniciativa privada funcionam e no poder público não funcionam? Porque faltam mecanismos de gestão e cobrança para que esses serviços sejam eficientes”, afirmou.

O prefeito disse também que vai buscar levar às comunidades políticas públicas de inclusão social.

“Nós temos a obrigação de resgatar a credibilidade da política e dos políticos”, disse. “Não permitirei que o povo dessa cidade seja vilipendiado”.

David Almeida, em cerimônia de posse em Manaus — Foto: Reprodução
David Almeida, em cerimônia de posse em Manaus — Foto: Reprodução

Perfil do prefeito

David Almeida tem 51 anos, é viúvo e bacharel em Direito. Tem um patrimônio declarado de R$ 857.529,00.

Iniciou a carreira política aos 27 anos. Ele foi deputado estadual por três mandatos consecutivos, sendo eleito pela primeira vez em 2006. O segundo mandato foi em 2010 e o terceiro em 2014.

David foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas para o biênio 2017/2018, na eleição ocorrida em dezembro de 2016.

Em 2017, David foi governador interino do Amazonas após a cassação de José Melo de Oliveira e seu vice pelo Tribunal Superior Eleitoral. Ele ficou por 149 dias como chefe do executivo estadual. Em maio de 2019, saiu do Partido Socialista Brasileiro e filiou-se ao Avante.

O vice Marcos Rotta (Marcos Sergio Rotta), do Avante, tem 53 anos, é casado e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 633.513,47.

Veja quem são os vereadores eleitos:

Além de David Almeida, 41 vereadores assumiram o cargo na Câmara Municipal para a legislatura 2021-2024. Eles vão representar 2.219.580 habitantes.

A cidade amazonense tem um PIB de R$ 73.201.651.248,00 e um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,737, segundo a última medição do IBGE, que é de 2010. O IDH vai de 0 a 1 – quanto maior, mais desenvolvida a cidade – e tem como base indicadores de saúde, educação e renda. A média no Brasil é de 0,765, segundo dados de 2019 divulgados em 15 de dezembro de 2020 pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD).

  • João Carlos (REPUBLICANOS)
  • Joelson Silva (PATRIOTA)
  • Professora Jacqueline (PODE)
  • Capitão Carpê Andrade (REPUBLICANOS)
  • Amom (PODE)
  • Kennedy da Anjos de Rua (PMN)
  • Thaysa Lippy (PP)
  • Rosivaldo Cordovil (PSDB)
  • Raulzinho (PSDB)
  • Jaildo Oliveira (PC do B)
  • Marcel Alexandre (PODE)
  • Marcelo Serafim (PSB)
  • Rosinaldo Bual (PMN)
  • David Reis (AVANTE)
  • Eduardo Alfaia (PMN)
  • Wanderley Monteiro (AVANTE)
  • Dr Eduardo Assis (AVANTE)
  • Dr Daniel Vasconcelos (PSC)
  • Sandro Maia (DEM)
  • Wallace Oliveira (PROS)
  • Rodrigo Guedes (PSC)
  • Everton Assis (PSL)
  • Fransua (PV)
  • Lissandro Breval (AVANTE)
  • Marcio Tavares (REPUBLICANOS)
  • Caio André (PSC)
  • Raiff Matos (DC)
  • Professor Samuel (PL)
  • Ivo Neto (PATRIOTA)
  • Allan (PSC)
  • Diego Afonso (PSL)
  • Glória Carratte (PL)
  • Yomara Lins (PRTB)
  • Mitoso (PTB)
  • Jander Lobato (PTB)
  • Dione Carvalho (PATRIOTA)
  • William Alemão (CIDADANIA)
  • Elan Alencar (PROS)
  • Sassá da Construção Civil (PT)
  • Bessa (SOLIDARIEDADE)
  • Peixoto (PTC)
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Preços dos alimentos devem continuar em alta no início deste ano

O ano de 2020 teve, entre diversos desafios para população, um em particular que dificultou e muito a vida e o orçamento das famílias brasileiras: a alta no preço dos alimentos nos mercados e feiras livres. Este, no entanto, é um problema que deve se manter no início de 2021. É o […]