Bruno Funchal será o novo secretário do Tesouro Nacional

RN7
0 0

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (15) que o economista Bruno Funchal será o novo secretário do Tesouro Nacional, no lugar de Mansueto Almeida, que anunciou sua saída do cargo. 

De acordo como o ministério, Funchal assume de forma definitiva a partir do dia 31 de julho. Até lá, haverá um processo de transição entre o atual e o futuro ministro.

De acordo com a pasta, Bruno Funchal é bacharel pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com doutorado em economia pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pós-doutorado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa). É também professor titular da Fucape Business School e foi pesquisador visitante na Universidade da Pensilvânia.

O diretor do programa de recuperação dos estados, órgão do Ministério da Economia, Bruno Funchal, participa do seminário “Como Resolver a Crise dos Estados”

Em 2017 e 2018, Funchal foi secretário de Fazenda do Espírito Santo e um dos responsáveis pelo processo de ajuste das contas públicas promovido pelo estado. E desde o início do governo Jair Bolsonaro integra a equipe da Secretaria de Fazenda como diretor de Programa e foi um dos técnicos responsáveis para elaboração do projeto do Pacto Federativo, que tramita no Congresso Nacional.

“O Ministério da Economia agradece a Mansueto Almeida pelo compromisso com a equipe que chegou com o novo governo e por todo trabalho realizado à frente do Tesouro Nacional em prol do reequilíbrio das contas do país”, diz a nota oficial confirmando a saída de Mansueto enviada pela pasta.

Edição: Fernando Fraga

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Live com treinadores apresenta necessidades de mudanças no futebol de MS

Transformar as estruturas das equipes de futebol de Mato Grosso do Sul. Esta foi a conclusão que chegaram os participantes da LIVE promovida pela Federação de Futebol de MS, com participação dos treinadores Glauber Caldas e Robson Mattos e uma intervenção de Paulo Comelli, treinador de renome internacional. Quando perguntados […]