Rodrigo Forneck propõe abertura das Uraps para atender pacientes com sintomas leves de Covid-19

RN7
0 0

O líder do PT na Câmara de Rio Branco e presidente da Comissão de Saúde, Rodrigo Forneck, propôs na sessão online desta sexta-feira, 22, que a Prefeitura de Rio Branco realize a abertura das Unidades de Recursos Assistenciais Partilhados (URAPs), por regional, para atender pacientes com sintomas leves de covid-19.

“Se Rio Branco referenciar as unidades de saúde, por regional, para que identifiquem os primeiros sintomas de pacientes suspeitos de covid-19, vai desafogar os serviços da UPA do 2° Distrito. Os médicos que atendem nas Uraps têm plena condição de passar uma medicação para que os casos de coronavírus não se agravem, evitando que o paciente precise de um leito de UTI”, endossou o vereador.

O petista também pediu a ampliação e divulgação dos serviços de atendimento médico virtual, ofertado pelo poder público. “Os governos não têm conseguido manter o isolamento social e é errado culpar a população por isso. O trabalhador, infelizmente, precisa sair de casa para garantir o sustento da família e, quando apresenta algum sintoma, o patrão cobra dele um laudo médico, obrigando-o a ir numa unidade de saúde, já superlotada, em busca de um exame”, alertou Forneck.

A proposta Rodrigo visa desafogar o Sistema de Saúde de Rio Branco, que está prestes a entrar em colapso. Na Capital, um idoso com covid-19 faleceu por falta de um leito de UTI.

O médico infectologista e vereador  do PCdoB, Eduardo Farias, parabenizou Forneck pela proposta. “Parabenizo o Rodrigo pela fala, pois é muito importante que os pacientes, que recebem alta médica, sejam referenciados à unidade de saúde próxima da sua casa para dar continuidade ao tratamento”, frisou.

ASCOM

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Eleição municipal pode ser dividida em 2 dias, diz ministro

Para reduzir aglomerações e a exposição de eleitores ao novo coronavírus, uma das hipóteses em discussão é que as eleições municipais deste ano tenham dois dias de votação, disse hoje (22), em Brasília, o ministro Luís Roberto Barroso, que assume a presidência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na próxima semana. […]