Prescrição de medicamentos para Covid-19 deve discutida entre médico, família e paciente, diz Secretaria de Saúde do AC

RN7

Após reunião com médicos do Acre, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre) anunciou, nesta quinta-feira (21), que decidiu que só será liberado o uso do medicamento cloroquina em casos de Covid-19 com o aval de médicos, familiares e do paciente.

O Ministério da Saúde anunciou um novo protocolo permitindo o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina até para casos leves de Covid-19.

“Esse é um consenso geral entre os profissionais, considerando-se, por exemplo, o caso de pacientes com cardiopatia, para os quais a medicação não é indicada e pode até levar à morte”, destaca a Sesacre em nota.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defende o uso da cloroquina no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus. Mas, não há comprovação científica de que esse remédio seja capaz de curar a Covid-19. Estudos internacionais não encontraram eficácia no remédio, e a Sociedade Brasileira de Infectologia não recomenda a utilização.

O protocolo da cloroquina foi motivo de atrito entre Bolsonaro e os últimos dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. No intervalo de menos de um mês, os dois deixaram o governo.

A nota da Sesacre destaca ainda que, em casos de pacientes em coma, só será permitido o uso do medicamento mediante assinatura de um termo de responsabilidade da família do paciente.

G1 – AC

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

Next Post

Grávida com Covid-19 e filho morrem após parto prematuro em Manaus

Uma grávida de sete […]