Governo italiano faz apelo aos jovens para que evitem reuniões e festas

RN7
0 0

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, pediu nesta quinta-feira, ao comparecer na Câmara dos Deputados, para que os jovens evitem reuniões e festas e convidou aos cidadãos italianos que permaneçam no país durante as férias.

“Um apelo a todos e principalmente aos jovens: agora não chegou a hora de festas e vida noturna. Agora, mais do que nunca, é necessário respeitar a distância de segurança e o uso de máscaras. Se expor significa expor-se a uma infecção”, disse Conte, ao falar no Parlamento sobre a fase 2 de desconfinamento após o fechamento do país por conta da pandemia da Covid-19.

Desde a última segunda-feira, a Itália reabriu restaurantes e lojas, com muitos prefeitos e presidentes das regiões denunciando o comportamento, principalmente de jovens, que saíram em grupos para se encontrar em bares e regiões de vida noturna e áreas de lazer.

Conte iniciou seu discurso assegurando que, ainda hoje, três meses após o primeiro caso detectado no país, ele pode dizer que “as decisões tomadas, tão dolorosas e que provavelmente afetam alguns direitos fundamentais, estavam corretas”.

Agora “chegou a hora dar reinício ao mecanismo econômico e produtivo, depois de superar a fase mais aguda da emergência, mas o desafio que nos espera não é menos insidioso do que o enfrentado no início da emergência”, acrescentou.

Ele explicou que a Itália ocupa o primeiro lugar no número de testes em relação a seus habitantes e defendeu que nessa nova fase não só existe confiança na “autodisciplina das pessoas”, mas que “foi criado um sistema articulado para controlar as tendências epidemiológicas” e citou os testes moleculares e sorológicos que serão realizados voluntariamente nos próximos dias.

 

EFE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Governadores apoiam veto a reajustes de salário para servidores

Em reunião por videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro, os governadores manifestaram hoje (21) apoio ao veto do trecho do projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que deixa várias categorias do funcionalismo de fora do congelamento de salários de servidores públicos, proposto pelo governo federal. Os presidentes da Câmara […]