Após assassinato de miss no AM, suspeito ligou para próprio pai e confessou crime, diz polícia

RN7

Após o assassinato da miss Manicoré Kimberly Karen Mota, de 22 anos, o principal suspeito do crime, Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, ligou para o próprio pai e contou sobre a morte da namorada, segundo o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins. Rafael, que confessou à polícia a autoria do crime, foi preso em Roraima.

O delegado que acompanha o caso disse que pai de Rafael foi o primeiro a saber do crime e que ele tentou aconselhar o filho a se entregar à polícia.

“Rafael contou que ficou atordoado e não sabia para onde fugir, inclusive disse que, assim que cometeu o homicídio, ligou para o pai, avisou o pai dele que, de fato, ele havia cometido um homicídio. O pai orientou ele a se entregar, e ele não obedeceu e resolveu fugir”, disse o delegado.

Um dia após tomar conhecimento da situação, o pai de Rafael foi achado morto São Paulo, local onde, também, nasceu o analista.

Martins disse, ainda, que o suspeito soube da morte do pai após ser preso. “Ele teve conhecimento da morte do pai e está muito triste com relação a isso. Está se culpando”, disse o delegado.

G1 – AM

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

Next Post

Bolsonaro participa de novo ato, enquanto mortes no Brasil por COVID-19 superam 16.000

O presidente Jair Bolsonaro […]