Governo de MS e prefeitura de Campo Grande prorrogam suspensão de aulas nas redes públicas até 30 de junho

RN7
0 0

O governo de Mato Grosso do Sul e a prefeitura de Campo Grande prorrogaram a suspensão das aulas das redes públicas de ensino até 30 de junho, por conta da pandemia da covid-19. O decreto com a decisão do Executivo estadual foi publicado nesta sexta-feira (15) no Diário Oficial. Já a decisão foi município foi anunciada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), em entrevista ao MS1 da TV Morena.

Com a decisão, 210 mil alunos matriculados nas 345 unidades escolares da rede estadual e 107 mil na edução infantil e fundamental da rede municipal de ensino de Campo Grande vão seguir estudando remotamente.

Atualmente, os alunos das duas redes estão de férias. No município as aulas presenciais foram suspensas no dia 18 de março. Depois de prorrogações, as férias foram antecipadas para o período de 7 a 21 de maio.

No estado, a suspensão das aulas presenciais começou a vigorar no dia 24 de março. Assim como o município, após a medida ser prorrogada foi implementada a antecipação das férias, entre 7 e 21 de maio.

No estado, a secretaria estadual de Educação (SED) diz que com a suspensão das aulas por conta da pandemia, foram implementadas aulas remotas vinculantes em toda a rede de ensino, por meio de aplicativos e ferramentas digitais para a distribuição dos materiais de estudo.

A SED, aopnta que com o novo decreto, as escolas vão seguir com o funcionamento em escalas e a manutenção de atividades essenciais, como a distribuição dos materiais impressos para os estudantes que não possuem conectividade e dos kits de alimentação escolar, entregues aos alunos e familiares que ocorrem desde o final de abril.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse nesta sexta, que a prorrogação da suspensão de aulas presenciais da rede estadual até fim de junho, foi construído a “quatro mãos”, pelas secretarias estaduais e de Campo Grande das áreas de Saúde e Educação.

Na segunda-feira (18) o Estado informou que vai falar com toda a sociedade e irá apresentar instrumentos e ferramentas para os alunos não serem prejudicados no aprendizado. O governo ainda prometeu um canal de TV aberto para auxiliar nas aulas remotas.

Ensino privado

Sobre as escolas particulares o prefeito Marquinhos Trad disse que protocolos de segurança podem definir calendários diferenciados para as instituições.

“Nós vamos até o Ministério Público, na quarta nós temos uma reunião com o procurador geral do Ministério Público e nós vamos criar um calendário e apresentar as escolas particulares”, explicou.

G1 – MS

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Prefeitura prorroga até 15 de junho decreto que torna obrigatório uso de máscaras e outras medidas

Por meio do decreto n°127/2020, a Prefeitura de Envira prorrogou até o dia 15 de junho, várias medidas de Enfrentamento ao coronavirus, entre elas o uso obrigatório de máscaras de proteção facial em locais públicos. O decreto, publicado no último dia 14. venda ainda as atividades físicas e de lazer, […]
%d blogueiros gostam disto: