Diocese do AC orienta fiéis a evitar ‘abraço da paz’ e não dar as mãos contra contágio do coronavírus

RN7

A Diocese de Rio Branco emitiu um comunicado com recomendações de prevenção ao contágio do coronavírus que devem ser adotadas nas missas e celebrações nas paróquias e comunidades da capital acreana.

No comunicado, a igreja orienta que, durante as missas e celebrações, sejam evitados o “abraço da paz” e que os fiéis não deem as mãos na oração do Pai Nosso. O comunicado orienta ainda que a eucaristia seja recebida nas mãos e não diretamente na boca.

Por fim, a Diocese recomenda que os ministros e padres esterilizem as mãos com álcool antes de distribuírem a comunhão aos fiéis. O comunicado é assinado pelo bispo Dom Joaquim Pertiñez.

Ao G1, o vice-reitor da Diocese, padre Jairo Coelho, disse que a medida foi tomada após recomendações de profissionais da área da saúde.

“No sábado [7], nós tivemos um conselho diocesano de pastoral, com representações de todas as paróquias da Diocese e uma médica esteve lá para nos orientar sobre o tema e então decidimos emitir essa nota para dar nossa contribuição enquanto igreja para prevenção da doença. Todas as paróquias já foram orientadas para que tenham o álcool em gel à disposição dos ministros para que eles possam esterilizar as mãos antes de distribuir a comunhão aos fiéis”, disse o padre.

Casos em investigação

A Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) confirmou, nesse sábado (7), que investiga três possíveis casos do novo coronavírus. São dois pacientes da cidade de Brasileia, no interior do estado, e um morador da capital acreana, Rio Branco.

Os casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu.

As três pessoas chegaram dos Estados Unidos e Europa recentemente. Foram coletadas amostras dos pacientes e enviadas ao Laboratório Rodolphe Mérieux, que fica na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), em Rio Branco.

A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde do Acre (Sesacre), Alysson Bestene, e o infectologista Thor Dantas. Os profissionais afirmaram que já notificaram o Ministério da Saúde. Os pacientes estão em casa.

Treinamento

Técnicos e condutores de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Acre iniciaram, no último dia 27, a capacitação sobre o coronavírus. A capacitação iniciou um dia depois que o Brasil confirmou o primeiro caso da doença no país.

No dia 27 de janeiro, a Sesacre anunciou que um plano de prevenção e resposta rápida foi montado para atuar, caso ocorram suspeitas de coronavírus no estado do Acre. O Pronto-Socorro de Rio Branco foi destacado como a unidade de saúde do Acre referência em caso de suspeitas do coronavírus.

O mais recente balanço sobre o novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, divulgado pelo Ministério da Saúde nesse sábado (7), confirmou seis novos casos do novo coronavírus chegando ao total de 19 casos infectados no país. São três novos casos em São Paulo, um no Rio de Janeiro, um no Distrito Federal e um na Bahia.

Como evitar o contágio

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.
0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

Next Post

Com opositores lançando mais de cinco candidaturas a prefeito, Marilete é a favorita em Tarauacá

O recente anúncio da […]