Número de assassinatos cai 24% no Acre em 2019 e é o menor dos últimos quatro anos

RN7

O Acre teve uma queda de 24% no número de vítimas de crimes violentos em 2019 em comparação com o ano de 2018. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais da Segurança Pública.

Em todo o ano passado, houve 312 assassinatos no estado, contra 413 em 2018 – ou seja, 101 mortes a menos. Trata-se do menor número de crimes violentos intencionais dos últimos quatro anos.

A reportagem entrou em contato com o secretário de Segurança Pública do Acre, Paulo César, que ficou de se pronunciar ainda nesta sexta.

Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A queda no consolidado do ano reforça uma tendência que tem sido mostrada pelo G1 desde o balanço de 2018.

Das 312 mortes violentas registradas no Acre em 2019, 298 foram homicídios dolosos, quando há intenção de matar a vítima. Isso corresponde a 95,5% do total de ocorrências contabilizadas no estado no ano passado.

Outros 12 casos foram latrocínios, que são os roubos seguidos de morte, o que equivale a 3,8%. Já os 2 casos de lesão corporal seguida de morte representam 0,6% da totalidade de ocorrências.

O levantamento, que compila os dados mês a mês, faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Conforme os dados, o mês com maior número de assassinatos foi setembro, com 34 casos, seguido de janeiro e dezembro, com 32 e 31 mortes violentas, respectivamente.

Desde quando os dados começaram a ser computados pelo Monitor da Violência, o estado tem tido uma crescente nos assassinatos. Porém, entre 2018 e 2019, os casos apresentaram redução.

Em 2011 foram contabilizadas 148 mortes violentas no estado, já em 2012 o número aumentou para 189 casos. No ano de 2013, 215 pessoas foram vítimas de assassinato, em 2014 as mortes tiveram uma pequena redução para 204.

Já em 2015, o número saltou para 234 e em 2016 para 368. O ano de 2017 foi o que teve maior número de mortes violentas, com 530 casos.

Dados nacionais

O Brasil também apresentou queda de 19% no número de assassinatos em 2019 em comparação com o ano anterior. Em 2019, foram registrados 41.635 assassinatos no país.

Já em 2018 foram contabilizadas 51.558 mortes. O número representa quase 10 mil mortes a menos. Trata-se do menor número de crimes violentos intencionais de toda a série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que coleta os dados desde 2007.

No último trimestre, porém, a queda não foi tão acentuada quanto no restante do ano: 11,8%. Nove estados, inclusive, registraram uma alta no número de assassinatos de outubro a dezembro.

G1 – AC

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

Next Post

'É um atentado contra liberdade de imprensa', diz Toffoli sobre execução de jornalista no Paraguai

O Presidente do Supremo […]