Após Edivaldo, Perpétua também repudia projeto de Mara Rocha: “Não precisa inventar a roda”

RN7
0 0

O Projeto de Lei de autoria da deputada federal, Mara Rocha (PSDB), que busca transformar o status do Parque Nacional da Serra do Divisor em uma Área de Proteção Ambiental e reduzir também a área de Reserva Extrativista Chico Mendes ganha mais um capítulo. Após as críticas do deputado estadual, Edvaldo Magalhães (PCdoB), sobre o assunto, chegou à vez da sua esposa, a deputada federal, Perpétua Almeida (PCdoB) entrar na discussão e repudiar tal ideia.

“Desmontar as estruturas de proteção da floresta é ir na contramão do desenvolvimento ambiental e sustentável. Queremos desenvolvimento e estradas, mas ecologicamente corretas! A ligação da região do Juruá ao Peru, via Cruzeiro do Sul, no Acre, com Pucalpa, é possível, sim, com o Parque Nacional da Serra do Divisor!”, justificou.

A parlamentar comunista afirmou que já existem estudos de projetos para ligar a região do Juruá com o Peru. “Já existem estudos e projetos prontos, assinados anteriormente com o governo Chinês, que garantem a estrada e a manutenção do Parque Nacional da Serra do Divisor. Ninguém precisa inventar a roda! Só é preciso dar continuidade ao trabalho que já começou, no qual o meio ambiente, nosso maior bem, fica protegido”, concluiu.

A autora do PL, deputada Mara Rocha disse nesta semana que “O Parque Nacional da Serra do Divisor tem servido apenas para as Ong’s e estrangeiros que tiram proveito de nossas riquezas. A mudança para área de proteção ambiental beneficiará os acreanos”.

O RIO BRANCO

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Incêndios no Pantanal deixam cidade de Mato Grosso do Sul encoberta pela fumaça

Incêndios em várias regiões do Pantanal em Mato Grosso do Sul estão deixando Corumbá encoberta pela fumaça. Esta quinta-feira (30) foi o quarto dia consecutivo em que a população da cidade enfrentou essa situação. Segundo o Corpo de Bombeiros, quilômetros de vegetação no Pantanal estão em chamadas. Na quarta-feira (29) […]