História, curiosidades e informações da abertura do Sul-Mato-Grossense 2020

RN7

Começa nesta quarta-feira(22) a 42ª edição do Campeonato Sul-Mato-Grossense. O estado conta com 12 campeões diferentes e seis diferentes nas últimas edições. Não há um bicampeão desde 2013/2014 com o Cene.

Operário(11), Comercial(09), Cene(06), Ubiratan e Águia Negra(03), Serc e Corumbaense(02), Naviraiense, Sete de Setembro, Ivinhema, Coxim e Sena(01) são os campeões.

O último campeão inédito foi o Sete de Setembro em 2016. A edição 2020 conta com cinco clubes que nunca foram campeões. Aquidauanense, Cena, Costa Rica, Maracaju e Pontaporanense.

Destes, o Aquidauanense foi vice em duas oportunidades(2011 e 2019) e a Pontaporanense uma vez(1994). As dez equipes jogarão a competição em quatro fases.

O Comercial é o maior finalista do estado com 19 decisões e maior vice-campeão(10), Operário(06) e Naviraiense(05) vem logo atrás.

Em quatro oportunidades o atual campeão não disputou no ano anterior. Ubiratan(1991), Sena(1993), Serc(1996) e Operário(1998).

Em duas oportunidades o atual campeão não passou da 1ª fase no ano seguinte. Em 2013 o Águia Negra e o Cene em 2015. Aliás, o furacão amarelo é o único campeão rebaixado no ano seguinte.

Entre os treinadores, apenas três conseguiram títulos consecutivamente. Walter Ferreira o maior campeão com seis conquistas, repetiu o feito duas vezes.

Em 92 com o Sena e 93 com o Comercial e 2003 com a Serc e 2004 com o Cene. Carlos Castilho entre 79 e 81 com o Operário e Sílvio Elite também com o Operário em 88 e 89.

O Operário é o único tricampeão consecutivo e detentor da maior invencibilidade da história com 42 jogos sem perder.

Na 1ª fase em turno único, todos enfrentam todos avançando para o mata-mata os oito primeiros e sendo rebaixados os dois últimos. A partir das quartas de final, são jogos eliminatórios em ida e volta.

Quem tiver melhor campanha joga por dois empates para avançar e as campanhas são somadas até a grande final. Apenas o campeão terá vaga na Copa do Brasil, Copa Verde e Brasileiro Série D 2021.

A competição começa com o atual campeão da Série A Águia Negra encarando o campeão da Série B Pontaporanense às 20h15 no Ninho da Águia.

A última vez que o atual campeão estreou perdendo foi exatamente o Águia Negra em 2013 quando foi derrotado pelo Itaporã por 2 a 1.

Já a última vez que o atual campeão da Série A perdeu para o atual da Série B foi em 2010 quando a Serc venceu o Naviraiense por 1 a 0.

Apita o jogo Neuri Antonio Prizbulinski e será auxiliado por Cícero Alessandro de Souza e Luis Fernando Viegas Colete. Wilson Claudino Bezerra será o quarto árbitro.

FFMS

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

Next Post

Prefeitura e Instituto Ecumênico lançam campanha de combate à intolerância religiosa

Neste 21 de janeiro, […]