Audiência discute impasse na concessão de ônibus em Campo Grande

RN7
0 0

O TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) promove na próxima segunda-feira (20), às 8h30 uma audiência de conciliação para discutir as irregularidades encontradas no contrato de concessão do transporte coletivo urbano de Campo Grande e que levaram o órgão a determinar no dia 7 de janeiro a suspensão do reajuste da tarifa de R$ 3,95 para R$ 4,10.

Com a decisão do TCE/MS, no dia 9 de janeiro a tarifa voltou ao preço anterior, R$ 3,95 e no dia seguinte (10), a própria prefeitura suspendeu o decreto que havia aumentado o valor da passagem do transporte coletivo na cidade.

O TCE determinou a volta do preço anteriormente praticado devido a irregularidades encontradas no contrato em inspeção relacionada pelo órgão , nos itens relacionados ao reajuste tarifa.

Segundo o relatório,o preço não poderia sofrer aumento porque o consórcio responsável pelo transporte público operou com frota velha; reduziu investimentos; não comprovou gastos em seguros, não construiu novos terminais e nem faixas exclusivas para ônibus.

Para a audiência de conciliação foram convocados a prefeitura de Campo Grande, a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços), a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), o Consórcio Guaicurus, a Câmara Municipal e o Ministério Público de Contas.

Conjuntura Online

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

Next Post

Polícia confirma mais uma morte por síndrome nefroneural em BH

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou, na manhã desta quarta-feira (15), a morte de mais uma pessoa devido à síndrome nefroneural. A vítima é um homem, que não teve a identidade e a idade divulgadas até a última atualização desta reportagem. O paciente morreu no Hospital Mater Dei, região […]