Municípios com alto índice de vulnerabilidade social recebem 51 vagas para Programa Mais Médicos, no AM

Uma nova etapa do programa “Mais Médicos” vai disponibilizar 51 vagas para 23 municípios e quatro distritos indígenas no Amazonas, segundo o Ministério da Saúde. O novo edital foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (13) e deve priorizar locais com altos índices de vulnerabilidade social.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vagas serão para os profissionais do Mais Médicos atenderem as populações de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Os médicos devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios a partir de junho.

Esta nova etapa corresponde ao 18º Ciclo do programa, que, nesta primeira fase, vai priorizar a participação de médicos formados e habilitados, com registro em qualquer Conselho Regional de Medicina do Brasil.

Além disso, para garantir imparcialidade na escolha dos médicos com CRM Brasil, o Ministério da Saúde estabeleceu critérios de classificação, como títulos de Especialista e/ou Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. A medida visa também garantir profissionais qualificados, preferencialmente com perfil de atendimento para a Atenção Primária.

Caso haja vagas remanescentes dessa 1ª etapa, as oportunidades serão estendidas, em um segundo chamamento público, aos profissionais brasileiros formados em outros países e que já tenham habilitação para o exercício da Medicina no exterior.

Outra novidade deste edital é que toda a documentação desses médicos deverá ser enviada ao Ministério da Saúde, pela internet, já no ato de inscrição. Essa mudança garante que apenas profissionais já habilitados participem do chamamento público.

Os municípios e distritos indígenas do Amazonas estão nos classificadas nos grupos “Saúde Indígena” e “g100″, que compreende cidades brasileiras com mais de 80 mil habitantes e menor receita per capita corrente por pessoa e alto índice de vulnerabilidade socioeconômica/”extrema pobreza” – quem dispõe de menos de US$ 1,90 por dia, o que equivale a aproximadamente R$ 140 por mês.

Inscrições

Os profissionais com CRM Brasil interessados em aderir ao programa Mais Médicos terão entre os dias 27 e 29 de maio para fazer a inscrição, que será realizada, exclusivamente pela internet, por meio do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP), no site do programa.

No mesmo endereço eletrônico, os gestores municipais irão acessar o SGP, a fim de renovarem ou aderirem às vagas. Depois dessa etapa, deverão fazer a confirmação. Nesse momento terão conhecimento do número de vagas destinadas aos municípios que vão receber os profissionais do Mais Médicos.

Vagas

  • Jutaí – 1 vaga
  • Santa Izabel do Rio Negro – 1 vaga
  • Alvarães – 1 vaga
  • Autazes – 1 vaga
  • Barcelos – 1 vaga
  • Beruri – 1 vaga
  • Carauari – 1 vaga
  • Coari – 1 vaga
  • Humaitá – 5 vagas
  • Ipixuna – 1 vaga
  • Juruá – 1 vaga
  • Lábrea – 2 vagas
  • Manacapurú – 6 vagas
  • Manaquiri – 2 vagas
  • Maués – 6 vagas
  • Novo Airão – 2 vagas
  • Parintins – 2 vagas
  • São Gabriel da Cachoeira – 1 vaga
  • Silves – 1 vaga
  • Tabatinga – 4 vagas
  • Tefe – 3 vagas
  • Urucurituba – 2 vagas
  • Boca do Acre – 1 vaga

Distritos indígenas

  • Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Solimões – 1 vaga
  • Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Vale do Javari – 1 vaga
  • Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Médio Rio Purus – 1 vaga
  • Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Parintins – 1 vaga

G1=AM

Leave a Reply

%d bloggers like this: