Cantor gospel descumpre agenda em igreja por estar embriagado

J. Neto, um cantor gospel que ocupou as paradas de sucesso na música cristã por vários anos consecutivos, acaba de se envolver em uma nova polêmica.

O cantor está sendo acusado por um dos mais importantes líderes da Igreja do Evangelho Quadrangular, o pastor João Luiz, de não ter cumprido a agenda porque estaria embriagado.

João Luiz é ex-deputado estadual e presidente da Quadrangular em Alagoas. Ele denunciou J. Neto através das suas redes sociais, na tarde da última Quarta-Feira (02).

O cantor teria recebido a quantia de R$2.500 reais, para se apresentar em uma das igrejas capitaneadas pelo pastor. O valor é referente a parte do cachê, comumente depositado como espécie de ”calção”. A outra parte geralmente é paga no dia do evento.

As passagens aéreas também já haviam sido enviadas, mas apesar disso, J. Neto não compareceu.

Nas publicações, além de afirmar categoricamente que o cantor estaria embriagado e por isso não compareceu, João Luiz disse sentir pena do estado em que o cantor está, e finalizou dizendo que irá orar por ele.

Confira os comprovantes de pagamento e publicações do pastor João Luiz, a respeito do cantor gospel J. Neto.

 

 

Fonte: Fuxico Gospel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *