Deputado da Assembleia de Deus é acusado de manter pastor como “funcionário fantasma” na câmara

O deputado estadual representante da Assembleia de Deus de madureira em São Paulo, Cezinha de Madureira ( PSB)foi alvo de uma reportagem feita na última semana em um programa jornalístico da TV Bandeirantes, que falou sobre a existência de possíveis servidores “fantasmas” na Assembleia Legislativa de São Paulo.

O deputado Cezinha de madureira foi ordenado pastor em 2012, pelo BispoSamuel Ferreira, e eleito deputado estadual por São Paulo pelo Democratas (DEM) em 2014, recebendo 105.521 votos.

Segundo o Brasil Urgente, o assessor parlamentar do deputado Cezinha de Madureira, o pastor Ismael da Silva, pago com dinheiro público, que deveria cumprir o horário de trabalho no gabinete do deputado, não aparece nunca para trabalhar no gabinete da assembleia.

A reportagem também revelou que nos últimos seis anos foram pelo menos 12 denúncias de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de São Paulo, mas na maioria dos casos, as investigações feitas pelo ministério público, ainda não foram concluídas, e com isso ninguém foi punido.

O caso do assessor parlamentar do deputado Cezinha, é o mais novo escândalo que envolve a assembleia Legislativa de São Paulo.

A equipe de reportagem foi até o gabinete do deputado, onde o pastor Ismael deveria estar trabalhando, e chegando no local, encontraram apenas a secretária, que quando perguntaram por Ismael, a princípio ela nem identificou quem era.

Em seguida ela confirmou que o pastor não comparecia com frequência, por que ele ficava mais externo e vinha algumas vezes. A versão da secretária foi desmentida logo em seguida pelo chefe de gabinete, e segundo ele, Ismael é um funcionário exemplar, que cumpre os horários, e aparece para trabalhar todos os dias.

O pastor Ismael  foi encontrado por outra equipe do Brasil Urgente a 240 km de são Paulo, na cidade de São Carlos, em pleno horário de expediente.

Ele é o pastor presidente do campo de São Carlos, e responsável por 50 igrejas espalhadas por todo interior. O pastor recebe o salario de 5.700,00 como assessor do deputado e pastor Cezinha de Madureira.

Ismael recebeu a equipe de reportagem no seu gabinete pastoral, e em nenhum momento mencionou que era assessor parlamentar, e afirmou que toda sua renda vinha do seu salário de pastor.

O caso será investigado pelo ministério público de são Paulo. Deputado Cezinha de Madureira, é pré-candidato a releição representando a Igreja Assembleia de Deus de madureira, com o apoio do líder absoluto bispo Samuel Ferreira.

Assista a reportagem completa.

Fuxico Gospel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: