Gladson Cameli elogia Bittar: “Na oposição os partidos e as pessoas tem liberdade para se movimentar

O senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador por um pool de partidos de oposição ao PT, disse hoje cedo ao Blog do Evandro Cordeiro que as movimentações dos partidos e pré-candidatos nos bastidores para fazer essa ou aquela aliança é a coisa mais saudável e normal onde tem liberdade. Em outras palavras ele está dizendo que na oposição não é como na Frente Popular, onde tem uns dois ou três que dão um grito e todos se calam, com medo de perder suas fatias do Estado. Gladson também age para rebater as atitudes covardes dos adversários, que ficam tentando semear discórdia por meio das redes sociais. Pessoas ligadas ao PT chegaram até a anunciar a saída do MDB da aliança de Gladson para se juntar a coligação puxada pelo PSL do coronel PM Ulisses Araújo.

“Eu sou um democrata de nascença. Respeito a posição de todos, respeito as candidaturas, não subestimo pesquisa. Aqui na oposição os partidos tem liberdade de fazer as alianças que acharem melhor. Aqui ninguém dá grito em ninguém. E nisso vamos realizar a mudança.

Não dá de ficar é como estar. No lugar do Estado crescer está regredindo. Viu a cavalgada o fiasco que foi¿ Pois é. Eles querem mais quatro anos para que mesmo?

Só se for para terminar de destruir tudo”, afirmou. Ele também elogiou a postura do pré-candidato a senador Marcio Bittar de ter iso a conenção do PSLdepois de ser anunciado como o segundo voto vindo daquela aliança de partidos cujo objetivo também é combater o PT, segundo já ficou claro por parte de seu pré-candidato a governador, o coronel PM Ulisses Araújo.

Evandro Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: