Azambuja considera que houve excessos em prisão

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) se manifestou em relação a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) que ocorreu na manhã da última quinta-feira (22). De acordo com o líder do Executivo estadual, houve excesso do poder judiciário. “Entendemos hoje e avaliações existem de que excessos estão sendo analisados por grandes juristas no Brasil”, afirmou ele.

O governador alegou que as questões midiáticas dessas operações são delicadas porque a pessoa é presa hoje e amanhã já está solta. “Mas e como fica a imagem, principalmente do agente político”, salientou.

Essa questão, de acordo com Azambuja, tem dominado o Congresso Nacional, isso porque as operações e os possíveis “abusos de algumas autoridades” tem sido debatido. “Eu tenho certeza que teremos regramento que possam preservar para que tenhamos regularidade. Cumprir a lei é obrigação de todos no Brasil”, completou.

Sobre a possibilidade de as prisões e investigações respingarem no PSDB, Azambuja disse que isso não vai acontecer porque, anteriormente, o presidente da sigla, senador Tasso Jereissati não aceitou que o partido fizesse parte do governo de Temer. “Ele falou que houve excesso, foi arbitrária. Ele responde pelo PSDB”, finalizou Azambuja.

Leave a Reply

%d bloggers like this: