Bope salva mais um jovem que estava sendo julgada pelo ‘Tribunal do Crime’ do PCC

Uma jovem de 25 anos foi resgatada por equipes do Bope (Batalhão Operações Especiais) após denúncias de que ela seria julgada por integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) no Portal do Caiobá, em Campo Grande, por ser integrante da facção rival CV (Comando Vermelho).

A polícia recebeu a denúncia por volta das 23h45 desta quarta-feira (25) avisando que uma mulher teria sido levada para um barraco e estava sendo mantida em cárcere privado. Quando os policiais chegaram ao local encontraram um homem de 29 anos, que estava com pistola 9mm que seria do Exército, e a jovem.

Ele tentou dispensar a aram e disse aos policiais que a vítima foi levada até o local no dia anterior ainda pela manhã e que teria recebido ordens de integrantes do PCC que estão presos para que ela ficasse na casa até que fosse averiguada se pertencia ou não à facção rival.

A pistola que estava com o homem foi apreendida, assim como um celular que continha conversas sobre o crime.

‘Tribunal do Crime’

No dia 22 de junho, um jovem de 19 anos foi resgatado no bairro São Jorge da Lagoa, onde passava pelo ‘Tribunal do Crime’.Quatro pessoas foram presas por equipes do Bope (Batalhão de Operações Especiais). Dentro da casa, os policiais flagraram quatro homens de 18, 23 e 46 anos, sendo que um deles estava armado com um revólver calibre 38. A vítima estava amarrada pelos pés e com as mãos livres.

Os quatro autores negaram que estavam fazendo ‘Tribunal do Crime’ e afirmaram que estavam no local só para consumirem drogas. A vítima disse aos policiais que só seria espancada e não morta.

Ainda em junho, no dia 28, Mascote de 30 anos, sobreviveu a um ‘Tribunal do Crime’ do PCC, a um atropelamento e conseguiu escapar de um novo julgamento da facção criminosa. Ele foi mantido em uma casa no Jardim Noroeste de onde conseguiu escapar.

Midiamax

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: