MS: PRF apreende arsenal de guerra com 50 armas, incluindo fuzil e espingardas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu ontem arsenal com 50 armas de fogo e 2.542 munições na rodovia BR-267, em Bataguassu, perto da divisa com o estado de São Paulo. Entre o armamento havia um fuzil M4 e duas espingardas UNG 12 automáticas, usados por unidades militares e forças policiais especializadas. A suspeita é de que o material tenha sido adquirido na fronteira com o Paraguai, para fortalecer o crime organizado que age região sudeste do Brasil.

Segundo a PRF, durante fiscalização dentro da Operação Égide, que ocorre desde junho do ano passado, a equipe deu ordem de parada a um carro Chevrolet Cobalt com placas de Belo Horizonte (MG), conduzido por um homem de 21 anos, acompanhado de uma mulher de 23 anos. Durante vistoria, os agentes encontraram as armas escondidas em fundo falso no encosto do banco traseiro do veículo.

Ao todo foram encontrados 29 pistolas, 18 revólveres, o fuzil e as duas espingardas, além de 1.313 munições de revólver, 747 de pistola, 403 de rifle e 75 de espingarda, que somaram 2.542. Encontraram ainda 15 carregadores calibre 45, 20 carregadores calibre 9mm e três carregadores calibre 40. O motorista declarou que receberia R$ 5  mil para levar a carga até São Paulo (SP), mas se recusou a informar a origem do armamento. O casal foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Três Lagoas.

De acordo com balanço do primeiro semestre divulgado pela PRF, as apreensões de armas tiveram crescimento de 35% em Mato Grosso do Sul. Neste ano foram 42 armas apreendidas nos primeiros seis meses – sem mencionar a ocorrência recente. No mesmo período do ano passado haviam sido 31. Já as munições aumentaram em mais de cinco vezes, cerca de 373%. Em 2017 foram 3.957 unidades recolhidas e em 2018 foram 18.749 unidades, dos mais variados calibres. Na mesma medida em que os números mostram eficiência do trabalho policial, também evidenciam maior movimento de cargas por parte dos criminosos.

C.E

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.