Campanha de Alckmin imita claque de Bolsonaro e provoca polêmica

A estratégia da campanha do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), de usar claques para recepcionar o pré-candidato nos aeroportos não foi uma decisão unânime.

Uma parte avaliou que copiar Jair Bolsonaro (PSL) era um erro por causa das diferenças entre os dois concorrentes. Mas prevaleceu a posição da parte que considerou que valia repetir a receita, pois o ex-capitão do Exército teria muito menos “jogo de cintura” e “carisma”.

Os críticos temem repetir 2006, quando Alckmin usou uma jaqueta com slogans de estatais para tentar conter críticas do PT ao discurso privatista

O primeiro vídeo de Alckmin sendo recebido aos gritos de presidente em aeroportos foi divulgado anteontem nas redes sociais do PSDB. A cena foi gravada pela equipe do tucano no desembarque do aeroporto de Brasília.

ALIANÇAS 

Em Brasília, ontem, Geraldo Alckmin conversou com os presidentes do PROS, Eurípedes Júnior, e do Solidariedade, Paulinho da Força. Nenhum deles garantiu aliança. Pediram mais tempo.

Alckmin foi aconselhado por Paulinho da Força a procurar também DEM, PP, PR, PRB e PSC. O argumento é de que ele precisa costurar apoio o quanto antes, caso contrário, Ciro Gomes, candidato do PDT ao Planalto, o fará.

Conjuntura Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: