Número de mortos sobe para 75 e 192 estão sumidos por erupção na Guatemala

O número de mortes causadas pela violenta erupção de domingo do Vulcão de Fogo na Guatemala subiu para 75, disseram nesta terça-feira as autoridades, que pela primeira vez divulgaram o número de desaparecidos, de pelo menos 192.

O Instituto Nacional de Ciência Legista da Guatemala (Inacif) apontou que 75 corpos foram resgatados, enquanto o secretário-executivo da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), Sergio García, revelou o número de 192 desaparecidos.

García esclareceu que esse número de desaparecidos poderia ser reduzido, já que alguns deles poderiam ser os falecidos.

“Praticamente todos os desaparecidos estão identificados, suas idades e de que comunidade eram”, não os corpos recuperados, cuja identificação é realizada pelo Inacif, explicou García.

Uma vez se tenha a identidade dos mortos, “verificaremos com a informação do Instituto de Estatística. Ao pressionar um botão do nosso aplicativo, saberemos se estão desaparecidos, estão em albergues ou mortos”, acrescentou.

A lava e as cinzas enterraram comunidades inteiras nos departamentos de Escuintla, Chimaltenango e Sacatepequez, onde está localizado o Vulcão de Fogo, que hoje continuava em atividade com muitas menos intensidade que no último domingo, quando entrou em erupção.

Moradores da região dos desastres testemunharam que muitos dos seus vizinhos aparentemente não conseguiram sair a tempo e que temem o pior.

García disse que segue o número de 46 pessoas feridas, mais de 1,7 milhão de afetados, 3.271 pessoas atendidas e evacuadas e 2.625 em albergues.

Os lahares e o deslocamento do fluxo piroclástico nas margens do vulcão continuaram hoje, causando a evacuação urgente dos socorristas, policiais, militares e jornalistas, pois as condições são “críticas” neste momento, disse o diretor do Instituto Nacional de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia da Guatemala, Eddy Sanchez.

Além disso, García explicou que ainda persistem problemas em duas redes de energia elétrica pelos danos em 40 transformadores.

Fonte: EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.