Com nova testemunha, Gilmar Mendes prorroga inquérito sobre irmãos Viana no âmbito da Lava Jato

O inquérito que investiga o senador Jorge Viana (PT-AC) e o governador do Acre, Sebastião Viana (PT), seu irmão, pelo suposto recebimento de caixa 2 pago pela Odebrecht para a campanha de 2010, foi prorrogado por 15 dias. A prorrogação foi autorizada pelo ministro Gilmar Mendes, do STF, informa o G1 nacional.

Gilmar também autorizou o depoimento de Márcio Antônio Marucci, ex-assessor do Senado ligado a Jorge Viana.

O Ministério Público Federal afirma que houve pagamento de R$ 2 milhões, a pedido do senador Jorge Viana, para a campanha eleitoral de Sebastião Viana em 2010 para o governo do Acre.

Os valores pagos indevidamente teriam sido retirados da cota reservada ao PT e estavam registrados na “planilha italiano”, numa possível referência, de acordo com as investigações, ao ex-ministro Antonio Palocci. O MPF aponta que o valor saiu do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht.

O governador do Acre já afirmou ter “um histórico de combate à corrupção” e disse defender “a apuração de qualquer fato suspeito e a punição de qualquer um que tenha culpa provada”.

Fonte: AC24HORAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.