André Puccinelli flerta com Murilo para reeditar chapa vencedora em 2006

O presidente regional do MDB, ex-governador André Puccinelli, revelou ontem em entrevista de rádio o desejo de reeditar a chapa vitoriosa pela qual chegou ao governo de Mato Grosso do Sul pela primeira vez em 2006, tendo como vice o ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith.

Presidente regional do Democratas, Murilo, no entanto, nega conversações com André e também com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em pré-campanha à reeleição.

Durante entrevista ao Programa Boca do Povo, da rádio Difusora Pantanal, André  disse ainda não ter receio de enfrentar qualquer rival na corrida eleitoral à sucessão estadual, que namora o DEM e vê dificuldades do partido fazer aliança com PSDB por causa da resistência das bases.

Para André, “quem entra na política, tem de respeitar os adversários”. E também não trata os rivais de inimigos políticos. “Então respeitamos o juiz (Odilon de Oliveira) que está no PDT e respeitamos o atual governador (Reinaldo Azambuja) que está no PSDB”, afirmou.

A certeza de André é de sua presença no segundo turno das eleições. Mas não prevê quem será o seu adversário na decisão final da disputa eleitoral. “Pode ser o juiz ou o atual governador. Mas isso é indiferente para nós, porque se essas pesquisas que aparecerão começarem a mostrar a vontade popular, não tem porque ter receio de nenhum deles”, ressaltou.

André considera improvável aliança com PSDB em Mato Grosso do Sul por causa da pressão das bases. Ele revelou a tentativa do governador Reinaldo Azambuja de fazer aliança com MDB. As negociações não avançaram, explicou ele, porque as bases do interior “relutaram em fazer isso, principalmente por causa da disputa das prefeituras”. Com informações do jornal Correio do Estado.

Fonte: Willams Araújo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: