AM: Rodrigo Maia quer ZFM integrada ao resto do país

Na ocasião, Maia defendeu o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e sua integração com outros modelos econômicos do país.

Em visita a Manaus na sexta-feira (11), o pré-candidato à Presidência da República, Rodrigo Maia (MDB), reuniu-se com empresários do PIM (Polo Industrial de Manaus), no auditório da  Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), onde recebeu das mãos dos representantes da indústria amazonense a Agenda Legislativa da Indústria do Estado do Amazonas 2018, elaborada pelas entidades de classe.

Na ocasião, Maia defendeu o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e sua integração com outros modelos econômicos do país, ampliando e modernizando a forma de atuar para gerar mais empregos para região. Lembrando os entraves e dificuldades logísticos enfrentados pelas empresa do PIM para escoação do seus produtos, o pré-candidato confirmou apoio a revitalização da BR-319 para ajudar a fortalecer o modelo econômico do Estado.

Foto: Divulgação

“O Governo dá o incentivo e o modelo Zona Franca preserva o ambiente e gera emprego, devemos ampliar e modernizar o modelo. É importante que a gente organize também a BR-319, para que haja integração com o resto país e a logística da produção seja mais rápida e mais barata”, disse.

Após a reunião, o candidato cumpriu visitas agendadas a fábricas do Distrito Industrial de Manaus, e esteve presente nas empresas Samsung e Moto Honda da Amazônia.

 Agenda da Indústria

 A Agenda consiste numa coletânea de PLs (projetos de leis), PECs (projetos de emenda constitucional) e MPs (medidas provisórias) que tramitam nas duas casas legislativas federais (Câmara dos Deputados e Senado Federal). Segundo o representante da Fieam/Cieam em Brasília, Saleh Hamdeh, nesta primeira edição a pauta não irá abordar matérias do legislativo estadual.

 “Um dos principais pontos que serão abordados na Agenda são os PLs que prorrogam os incentivos da Sudam, propostas de emendas constitucionais que criam novas Zonas Francas pelo país e alguns PLs que desoneram produtos de segmentos já consolidados na Zona Franca como bicicletas, equipamentos de ginásticas e outros”, ressaltou.

 De acordo com o consultor do Cieam, Alfredo Lopes, a Agenda tem o propósito também de reaproximar a interlocução com os parlamentares, que por conta da crise política e da própria agenda de muito deles, tem ficado um pouco distante. Lopes destacou “a prioridade é construir com as sugestões das empresas e com as sociedade uma ferramenta que solidifique o modelo na região”.
Fonte: Portal Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: